1 Bjoca2 Lambidas3 Cheiros4 Fungada no Cangote5 AAAAAAA! DANADO! (Sem Avaliação)
Loading...

Solange dos Santos/ Janeiro 16, 2018/ Filmes, Livros, Reviews/ 2 comments

Trilogia do Comando Sul é uma série de livros escritos por Jeff VanderMeer que fez muito sucesso em outros países. Descobri essa trilogia após ver o trailer do filme Aniquilação, que é baseado na trilogia.

Comecei a ler o primeiro livro sem ter muita noção do que esperar, mas terminei ele cheia de expectativas tanto para os demais livros da trilogia quanto para o filme.

Abaixo falo um pouquinho de cada um dos livros e, ao final, da trilogia de uma forma geral. Para quem não leu os livros ainda, alguns pontos podem parecer um pouco obscuros, mas como a graça dessa série são as surpresas que ela traz, tentei evitar grandes spoilers no texto.

Título: Aniquilação

Título original: Annihilation

Autor: Jeff VanderMeer

Série: Comando Sul

Editora: Intrínseca

Gênero: Ficção

Páginas: 200

Minha classificação: 5/5

Um evento estranho numa determinada área  faz com que esta seja isolada  do restante do mundo, passando a ser conhecida como a área X.

Ao longo dos anos várias expedições foram enviadas ao local com o intuito de colher informações sobre a área. Após os relatos da primeira expedição, que descreviam um local detentor de uma natureza própria e intocada, algumas das expedições posteriores se mostraram perturbadoras, com seus membros se suicidando, matando uns aos outros, adoecendo ou ainda, padecendo de outros infortúnios inexplicáveis.

Aniquilação é o primeiro livro da trilogia Comando Sul. Nele acompanhamos a décima segunda expedição enviada a área X e, juntamente com os membros da expedição, mais especificamente, a bióloga – que é a narradora do livro – vamos conhecendo a área, seus mistérios e seus perigos.

Para mim, este é o melhor livro da trilogia. Sob os olhos atentos da bióloga, temos acesso à diversos detalhes sobre a área X, que nos permitem visualizar bem o local e sua natureza. Algumas vezes, o autor utiliza termos biológicos que podem não estar claros para pessoas que não estão familiarizadas com eles, dificultando o entendimento de alguns aspectos da leitura e da visão e impressões da própria narradora, mas nada que prejudique o entendimento geral da história, ou ainda, que uma rápida consulta ao dicionário não resolva. 

Por ser o primeiro da série, o livro cumpre muito bem sua função de apresentar a história e deixar o leitor ávido pela continuação. Ele nos proporciona aquele tipo de leitura rápida, envolvente, que aguça sua curiosidade e não te deixa parar enquanto não termina, apresentando uma série de mistérios que só irão ser resolvidos a partir do segundo livro.

Título: Autoridade

Título original: Authority

Autor: Jeff VanderMeer

Série: Comando Sul

Editora: Intrínseca

Gênero: Ficção

Páginas: 384

Minha classificação: 4/5

No segundo livro, ainda estamos as voltas com os mistérios da área X, entretanto em Autoridade, lidamos com eles sob outras perspectivas. Nele, conhecemos o Comando Sul, que é a instituição responsável por investigar área X, e somos apresentados também a Controle, um homem perseguido pelos fantasmas de seu passado, e a Ave Fantasma, uma personagem enigmática que nos deixa em dúvida sobre quem realmente é.

Ao mesmo tempo,  conhecemos também um pouco mais de alguns personagens do primeiro livro, passando a entender melhor o que os levou a participarem da décima segunda expedição, bem como alguns dos motivos por trás de suas ações, e somos apresentados ainda, a novos personagens e a novos mistérios.

Enquanto o primeiro livro seguia uma ordem, apesar de conter algumas rupturas com trechos do passado, isso não atrapalhava a leitura e permitia ao leitor um melhor entendimento de algumas impressões do narrador. Entretanto, o segundo livro apresenta uma forma similar, porém, em alguns trechos esse vai e vem de informações acaba dificultando o entendimento de algumas coisas, pois o autor relata algo, muda de assunto, em certa altura volta ao relato anterior, e se o leitor não estiver atento à história, é fácil se perder em alguns detalhes. Talvez isso seja proposital, para colocar o leitor no mesmo caos em que os personagens estão inseridos quando se trata da área X, mas intencional ou não, é algo que as vezes dificulta o avanço da leitura, fazendo que que tenhamos que voltar um pouco para entender ou lembrar o que estava acontecendo, ou ainda, faz com que fiquemos com uma série de dúvidas com relação ao que foi ou não revelado em outros momentos no texto.

Apesar disso, a leitura esclarece alguns pontos obscuros do livro anterior, ao mesmo tempo em que insere uma série de novas questões que nos fazem ansiar para ler logo o último livro e finalmente entender os mistérios da área X.

Título: Aceitação

Título original: Aceptance

Autor: Jeff VanderMeer

Série: Comando Sul

Editora: Intrínseca

Gênero: Suspense/Ficção Policial

Páginas: 368

Minha classificação: 3/5

Em Aceitação a área X está se expandindo e cresce a necessidade de entender melhor este lugar.

Neste livro, retornamos a área X e vemos os personagens partindo em busca de respostas para as inúmeras perguntas levantadas até aqui.

Para mim este é o mais fraco dos três livros. Conforme ia lendo minha apreensão ia aumentando pela falta de muitas respostas e a proximidade do final do livro.

Ao terminar a leitura, devo confessar que fiquei decepcionada com a explicação vaga do autor para muitas questões, bem como o desfecho da história que não teve muito uma cara de desfecho.

Antes de começar a ler esta Trilogia, resolvi procurar mais informações sobre ela na internet  e encontrei muitas pessoas dizendo que não gostaram dos livros. Entretanto, ao ler a sinopse de Aniquilação, fiquei tão curiosa que resolvi ler mesmo assim e devo confessar que me surpreendi ao terminar de ler essa trilogia e perceber que minha avaliação dela é muito melhor do que a da maioria das pessoas.

Estes foram os primeiros livros que li desse autor e devo dizer que gostei muito de seu estilo de escrita. Nesta série, Jeff criou um mundo inteiramente novo e diferente, cheio de coisas fantásticas e ao mesmo tempo bizarras.

Após ver as avaliações deste livro na internet e muitas resenhas, cheguei a conclusão de que esse é o tipo de livro que ou você ama ou odeia.

Estou no time dos que amaram a série, entretanto, entendo aqueles que odiaram.

Como falei anteriormente, a linguagem utilizada pelo autor, o vai e vem na história e o final  que para muitos pode ter deixado a desejar com certeza está entre os motivos que levaram muitos a não gostar da série. 

O tempo todo o que nos move a continuar lendo é a curiosidade, o autor consegue construir uma trama que prende a nossa atenção, de forma que continuamos a leitura mais e mais em busca de informações que ajudem, mesmo que pouco, a entender os mistérios que cercam a área X. Dessa forma, acredito que essa é uma série para quem gosta de fantasia e ficção e que não se desmotiva e perde fácil o interesse pela leitura quando percebe que as coisas não se desenrolam tão rápido quanto esperava.

Aqui, fica claro que só mesmo lendo toda a série para compreender as questões que envolvem a área X e os demais personagens do livro. Entretanto, como ocorre em muitas séries, o final, apesar de esclarecer muitas coisas, deixa várias outras questões em aberto para nossa imaginação.

Apesar de todos os contras que pude encontrar na série, ainda acredito que vale a pena ler essa trilogia, uma vez que a história é envolvente e diferente de muitas das coisas que tem saído ultimamente. O autor realmente consegue nos prender na trama e nos fazer ficar pensando sobre ela e seus desdobramentos.

Algo importante a ser dito sobre essa série, é que ela faz parte do gênero Weird Fiction ou New Weird, gênero para alguns já muito bem definido e para outros ainda não, mas que busca trazer novas idéias para a ficção, atrelando a ela inclusive componentes de outros gêneros literários. Se você já está familiarizado com esse gênero acredito que gostará dessa Trilogia e caso não esteja esta é uma ótima leitura para conhecer e descobrir se gosta deste tipo de livro. Não sou uma grande conhecedora dos livros desse gênero, mas pelos que já li acho que posso dizer que em geral os livros desse gênero trazem idéias diferentes, algumas vezes um pouco confusas e complicadas de explicar, mas que fazem desses livros bastante originais.

FILME

O filme é dirigido por Alex Garland (também diretor de Ex machina: instinto artificial) e conta com Natalie Portman (Thor, Cisne negro) Tessa Thompson (Copper, Thor: Ragnarök), Jennifer Jason Leigh (Revenge, Os oito odiados), Gina Rodriguez (Jane The Virgin), Oscar Isaac (Star Wars: os últimos Jedi, X-men: apocalipse)  no elenco.

Para quem já leu os livros, os trailers deixam claro que apesar de ser baseado na Trilogia Comando Sul, a história nas telonas vai seguir um rumo bem diferente, o que não diminui em nada as minhas expectativas para o filme, uma vez que o universo criado por Jeff VanderMeer possibilita a exploração de diferentes cenários.

Originalmente a estreia do filme nos cinemas estava prevista para 23 de fevereiro de 2018, entretanto, em dezembro de 2017 foi anunciado que a exibição do filme nos cinemas pode se dar apenas nos EUA, Canadá e China, sendo a distribuição do filme nos demais países feitas por meio da netflix, cerca de 17 dias após sua exibição nos cinemas.

 

 

Trailers:

 Já leu os livros? Nos conte o que achou nos comentários!