Hellblazer: Origens Vol 1: Pecados Originais

 

Olá, meus caros. Sejam bem-vindos à minha primeira postagem aqui, então permita-me apresentar a mim mesmo!
Meu nome é Marcio Andrade sou cientista da computação, escritor, baixista, patife e mestre nas artes das trevas e irei escrever algumas resenhas de obras que acho bastante interessante para todos vocês, leitores, possam dar uma chance e descobrir um novo personagem, uma nova trama ou até mesmo uma história que possa lhe marcar. Então vamos ao primeiro post propriamente dito.
Para o primeiro post, escolhi um dos meus personagens favoritos mais marcantes de todos os tempos. Tido como um dos anti-heróis favoritos de muitas pessoas pelo fato de estar pouco se fodendo para as coisas e mesmo com todos os erros já cometidos no passado – E isso é uma lista imensa – sempre busca fazer o certo (quase sempre, o certo para si). Para aqueles que já conhecem, certamente sabem que fui um pouco gentil na descrição desse grande bastardo, mas para aqueles que não o conhecem, os apresento o maior vigarista do ocultismo: John Constantine.

 

Sua primeira aparição oficial foi nas revistas do Monstro do Pântano escrita por Alan Moore em Saga of the Swamp Thing 37, de 1985. O britânico ocultista de Liverpool não demorou até estrelar sua própria revista intitulada Hellblazer em janeiro de 1988. Tendo a importante missão de dar vida a um dos personagens mais sujos da história dos quadrinhos, Jamie Delano e John Ridgway logo focaram em fazer um trabalho impecável e bastante pesado para as “origens” de um personagem. Os quadrinhos de Hellblazer tardaram a chegar em terras tupiniquins e muitas vezes não tendo ênfase nos lançamentos, deixando assim muitos fãs bastante chateados com isso.

 

A Panini logo tomou as rédeas da situação e fez lançamentos de encadernados contendo arcos da saga, sendo alguns dos principais: Origens – Volume 1: Pecados originas, Infernal – Volume 1: Hábitos perigosos, Infernal – Volume 7: Um sacana nos portões do inferno para citar apenas alguns. Tornando se bastante raro, mesmo para os mais fervorosos fãs do mago inglês conseguir os volumes do arco Origens, a Panini presentou os fãs com uma excelente Nova Edição de Hellblazer Vol 1: Pecados Originais, onde nos é introduzido personagens marcantes na saga do mago inglês como seu melhor amigo e motorista particular Chas, um antagonista Papa Meia-Noite e o demônio Nergal que trará muita dor de cabeça para o mago.

A Panini também estará relançando os arcos referente a toda a fase Delano entre os anos de 1988 à 1991:

  • Origens Vol. 2: Triângulos Infernais (Hellblazer 7-10 + Swamp Thing 76-77)
  • Origens Vol. 3: Newcastle & A Máquina do Medo Ato I (Hellblazer 11-17)
  • Origens Vol. 4: A Máquina do Medo Ato II (Hellblazer 18-23)
  • Origens Vol. 5: Histórias Raras (Hellblazer 24-27 + Hellblazer Annual 1 (1989))
  • Origens Vol. 6: O Homem de Família (Hellblazer 28-34)
  • Origens Vol. 7: O Coração do Menino Morto (Hellblazer 35-40, 84, 250)

John Constantine também foi astro de seu próprio filme, estrelado por Keanu Reeves em 2005. Filme esse baseado no arco Hábitos Perigosos, mas que trouxe muita desaprovação para os fãs, pelo fato de ter modificado totalmente o John que conhecemos e amamos odiar. Constantine também apareceu em sua própria serie 2014, mas a serie nos rendeu apenas 13 excelentíssimos episódios antes de ser cancelada em 8 de maio de 2015, a NBC cancelou Constantine devido à problemas quanto ao enredo do protagonista vs as regras da produtora (no original, John Constantine é fumante e as normas dos estúdios NBC vão contra o consumo do cigarro dentro de suas produções por personagens principais). O ator Matt Ryan chegou a dar um presente aos fãs do personagem quando reprisou o papel em uma aparição na quarta temporada da série Arrow onde ajudava o arqueiro verde e a canário negro a resgatar a personagem Sara Lance. Por último, o universo DC ainda fez a animação Liga da Justiça Sombria, onde John juntou forças com Zatanna, Desafiador, Etrigan e até o morcegão.

Tido como um dos melhores arcos do mago John Constantine, esse super relançamento fará muito a alegria dos fãs da antiga Vertigo e nos traz um dos melhores títulos de terror já visto em uma HQ.
Espero que curtam essa resenha e que possam dar uma chance ao velho John Constantine, pois ele será o melhor filho da mãe que você já irá ler em uma história.

 

%d blogueiros gostam disto: