Anime: Death Note

E aí, amigos d’O Filmante! Suavis?

Desculpem a demora. O negócio tava ruim, mas eu consegui lutar para melhorar, e agora trago a vocês um dos mais adorados animes de sua época e mesmo depois dela: Death Note.

Primeiro, vamos à ficha técnica:
Contendo 37 episódios, ele foi exibido em terras nipônicas entre 04/10/06 e 27/06/07 às quartas de madrugada. Foi produzido por várias empresas (VAP, Konami, Ashi Productions, Nippon Television Network Corporation, Shueisha), mas licenseado apenas para a Viz Media. Foi feito pelos estúdios Madhouse (Madhouse é foda bagarai, uma das maiores do ramo) com a duração média de 23 minutos por episódio. A censura, por causa do tema do anime, é R-17+.

Já o mangá foi desenhado por Takeshi Obata e escrito por Tsugumi Ohba, teve 12 volumes e alguns extras, publicado entre 01/12/03 a 15/05/06, através da Weekly Shounen Jump (pois é, olha o mind blow!). Aqui no Brasil ela foi publicada inicialmente em Junho de 2007, terminando em Junho de 2008 (e lançando a Black Edition em 2010 (e essa é fresquinha), e agora a editora está querendo relançar a obra.

Death Note foi o primeiro shounen que eu vi que não tinha nada de porrada (como a grande maioria o é), onde toda a violência (tirando as mortes) é toda psicológica. Tudo começa quando o Raito (Light para a versão americana) encontra um caderninho suspeito, com uma capa preta de couro escrito “Death Note”. Ao começar a ler seu prefácio, vê que se escrever o nome de uma pessoa nele, a pessoa morre.

Ao longo do anime você vai vendo as demais condições de como você pode matar as pessoas com diversas regras.

Tanto o mangá quanto o anime são guerras também psicológicas, onde o Raito e o L são os protagonistas (ao menos na primeira parte da história), uma eterna briga de gato e rato, vendo quem pega quem primeiro. Mais que isso é spoiler, e vale muito a pena assistir.

Caso você queira ouvir um pouco da série antes de assistir, basta encontrar nosso episódio 02. Ficou com vontade de assistir? Nossos parceiros do Super Animes tem todos os episódios, e se você quiser assistir o dorama live action, só acessar o Crunchyroll e tá tudo certo, eles têm versão em HD pra quem tem a conta.

Um grande abraço a vocês e até a próxima!
Jorge
AnimeSphere

%d blogueiros gostam disto: